segunda-feira, 4 de maio de 2015

Respeitando os mais velhos

Olha que eu sou uma briguenta nata, kkkkkkkkkkkkkk, já discuti e convergi de opinião com todo mundo , e graças a Deus ainda tem gente que ama! Eu sou bocuda, digo a verdade e o que penso doa a quem doer. Ao longo dos anos tentei me manter mais reservada mas não consigo ter sangue de barata, se mexe com algo que defendo eu tenho que expressar minha opinião ! E na maioria das vezes não estou pretendendo criar caso ou brigar mas na maioria há má interpretação das pessoas que não gostam que discordem delas! A maioria está acostumada com o joguinho: Finjo que concordo, finjo que gosto de você para manter a "social" e fingimos ser amiguinhas na frente de todos, e nas costas nos odiamos e falamos mal uma da outra. Eu não consigooooo!!! Há quem pergunte: Como você trabalha? Como convive? Porque haverá algum momento que terá que ficar calada aguentar e se fazer para manter-se na sociedade. Sim, eu sei  disso, na maioria das vezes eu vou com a cara de todo mundo, sou do tipo que fica quieta e faço tudo na maior colaboração, mas não procure falar mal de mim pelas costas - sempre tem os fofoqueiros, ou então da minha família, eu viro bixo! Gosto de tudo às claras ! Essa história: Deixa queto e continua... Pra mim não rola.  Se eu não gostar de algo eu vou falar, na boa, se não gostar e ser grosso por causa da minha opinião eu posso pedir desculpas se acreditar que teus argumentos são melhores e vencem os meus, e já aconteceu muitas vezes antes que me peçam. Ou posso brigar mais ainda...! Sou do tipo certo. Não mexe com quem está quieto, já ouviu? E se eu prometer, acredite eu cumpro! Palavra não vale nada nos dias de hoje mas pra mim vale tudo, é como se eu não honrasse comigo mesma.

Chegando ao assunto do título que é o que interessa.
Já briguei com muitos, mas sempre respeitei os mais velhos.! Sempre! Não é a toa que sempre me dei melhor com os mais velhos e eles sempre gostaram de mim. Tem coisas que não se muda quando se chega a certa idade, certas convicções que é perda de tempo discutir, cabe a você respeitar a opinião deles abaixar a cabeça e valorizar o aprendizado que viveram. É lógico que a cada geração há mais acessoa a informações, mas isso não significa conhecimento. Há uma ponte até o nível da sabedoria e os mais velhos já a alcançaram, já erraram muito, com os seus erros e os de outros, já viram a morte de perto e já não há preocupações com trabalho mas com a vida em si.
Não discuta com um idoso, respeite sua opinião mesmo não concordando. Conheça com quem fala para saber se pode falar algo contraditório e como falar para não ofender e menosprezar sua sabedoria.

Acho que disse o que pensava, querem opinar, à vontade povo lindo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.