segunda-feira, 17 de junho de 2013

como o Diário de Bridgit Jones

Querido diário,

Às vezes não encontro respostas para minhas dúvidas 
Parei no tempo, Há seis meses atrás; 
Aliás, por aqui nem vejo o tempo passar 
A vida corre, o tempo urge ..!
Minhas rugas começam aparecer 
E eu me sinto estática.
Tenho opções
Mas se entre elas significa largar o que mais amo 
e isso está fora de questão.
 E dentro as opções que tenho no lugar onde estou existem poucas escolhas.
O que me mantém são os anos de planejamento seguinte.
E se não haver o prometido temo tomar uma decisão trágica, mas necessária.
como dizem, tempo ao tempo.
E no meu tempo. Afinal a vida não tem tanto tempo assim. (two years.)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.