quinta-feira, 11 de outubro de 2012

PRIMEIRA VEZ - Primeiro sexo - Sex free


Sentia prazeres ocultos embaixo dos lençóis, minha volúpia consumia-me por inteira.


Quando tive o primeiro beijo logo quis mais que isso para saber o que se sentia daquilo que todos mais falam: o sexo.

Pedi, implorei para que o fizesse e finalmente conseguimos arrumar tempo e oportunidade para fazer. Descobri que ele era meio mané, não queria fazer e fez mal feito!
Mas tudo bem, sem experiência alguma eu me deitei e entreguei, sem o menor romance ou sentimentalismo, pura coisa carnal e curiosidade.
Aconteceu. Perdi minha virgindade. Sem aquela noite com que todas as garotinhas sonham. Numa tarde após jogar vídeo game de futebol com ele. Havia pedido antes e ele achava ser responsabilidade demais, mas eu nas artimanhas femininas estava extremamente provocante... Pedi e ele não resistiu. Deitamos e aconteceu simplesmente. Sem preocupações com nada. Nos prevenimos é claro, foi difícil, mas perdi aquilo que nunca quis ter e que minhas amigas já haviam perdido a muito tempo. Achei terrivelmente dolorido e pensei : como podem gostar disso? Não senti absolutamente nada! Só desgoto.! Mas também, o cara era ruim pra caralho!
Não sangrou, mas doeu muito. No auge dos meus 17 anos! Até acho que esperei tempo demais.
Logo quis continuar para satisfazê-lo.
E tão rápido percebi que comecei a gostar muito daquilo! O sexo tornou-se deliciosamente bom!
Mas foi o tempo de gostar e de gostar do cara que foi o tempo que acabamos o namoro.
Hoje percebo que usei para uma necessidade minha e que aquilo jamais foi amor. Mas me serviu como experiência para enfrentar futuros relacionamentos e situações que iria suceder após minha primeira vez. Nem digo primeiro amor pois este foi na infância e foi lindo. Esse foi apenas mesmo primeiro sexo e primeiro namorado!
E os primeiros são os mais idiotas! Depois você olha pra trás e pensa: como pude aparecer em sociedade com aquele palhaço ambulante? Hoje teria vergonha de mim mesmo se fosse me encontrar na rua e me ver com aquele tipo.
Por isso, não sofra amigas que estão com o primeiro, porque uma coisa: Nunca dá certo! Não existe maturidade o suficiente nessa idade, nem experiência e tudo é só para aprender. Porque lidar mesmo só com os próximos, o primeiro a gente só usa para erros e para satisfazer nossa libido da adolescência e nossos orgulhos de menina mimada que leu muito a bela adormecida e esperava um príncipe, e ainda principalmente para satisfazer nossa baixa auto estima como garotas, porque mulheres de verdade só quando forem mais velhas e saberão que são auto suficientes e independentes de homens para serem felizes.

2 comentários:

  1. Minha querida amiga!!!
    Perdoe-me a invasão, mas temos blogueiros amigos comuns. Seu Blog. é muito bacana e com temas bem interessantes. Bem realistas. Gostei de fato. Meus parabéns.
    Beijos de luz !!!

    Poeta Cigano - 14/10/2012

    http://carlosrimolo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. a vontade.
    sempre aceitando novos amigos é ótimo e aberta a novas visoes sempre!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.