quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Cronicas de um sonho.



A noite
Me ouve
Me estremece
Esfria meu corpo suado de frio
E entre calafrios sinto sua umidade no ar
Por entre a escuridão sinto imensas sensações
Dor prazer amor e saudade
E entre as artimanhas do pensamento de minha louca imaginação te vejo
Te desenho no ar da madrugada
Volto a dormir
Pensando em um dia acordar e pensar que não foi só um sonho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.