sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Amor eterno amor - eternal love


Só quando o último broto florir
E as estrelas do céu se espalharem tanto que sumirem
Quando os grãos de areia tornarem-se movediços
Quando o último fio de cabelo cair da minha cabeça
Quando as mais lindas paisagens praianas tomarem conta em doces furacões tomando cidades por inteiro
E o último Bebê tiver nascido na face da terra, na última hora e último instante
Quando o último suspiro for dado pelo mais puro animal irracional
Aí sim eu deixarei de te amar.

Um comentário:

  1. .


    Eu queria tanto você no
    meu blog, comentando, en-
    cantando a minha página
    com a sua presença...

    Um beijo,

    silvioafonso







    .

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.