domingo, 26 de agosto de 2012

LUXÚRIA - LUST



A lascívia me completa
Ouvindo a devassidão do meu sexo
Transbordando em prazeres espetacularmente indecifráveis
Navegando nesse mar de juventude deliciosa
Percorrendo caminhos inesquecivelmente delirantes
Gemendo e gritando nesse vale de ejaculações
Comendo e se lambusando nessa obra infernal
Quanto mais me conheço mais me acho boa
Capaz de seduzir me lambusar e cuspir fora
Meu amor não se contém em coração
De introduz bem dentro de mim
EU beijo o sapo rico
Enquanto todos desejam
Não posso ter só um caminho
Pertenço a muitos
E a nenhum
Me sinto dona de mim enquanto me transformo
A pureza está imunda hoje
Sujeira gostosa de se deitar e me entregar
Entre o ouro e o sexo fico com os dois
Impuramente imoral e deliciosamente aceitável
Sorriso cínico e cheio de intenções
Olhar ofuscante e arrematador
Eu já te vencí
E venço os homens diariamente a mim
Nessa trama chamado círculo vicioso e impuro.
A escuridão me acompanha
Me persegue
E a ela levo muitos discípulos de sua insanidade.
Carnal e totalmente seus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.