domingo, 5 de agosto de 2012

Drogas é bom Se fosse ruim ninguém usava.



Oras, se drogas fosse ruim ninguém usava certo?
Sabe aquela sensação de comer chocolate? Fazer sexo? Então, quando isso acontece o cérebro libera dopamina, substância responsável pela sensação de prazer.
Quando você usa alguma substância ilícita, ou seja, alguma droga, essa sensação de prazer aumenta porque o corpo libera mil vezes com mais intensidade fazendo com que se sinta extremamente um prazer inigualável, o problema é que vicia! E cada vez que você usa tende a querer mais, e assim vai trocando de tipos de drogas para aumentar essa sensação.
Quando eu era adolescente não saía muito de casa, mas também quando saía fazia o dobro do que em uma saída comum. Época de carnaval significa época de “tá tudo liberado”. Confesso que nunca tinha usado nenhum tipo de drogas e tinha o maior preconceito com quem usava.
16 anos e feliz por eu finalmente querer sair de casa minha  mãe me deixou sair e ir na casa de uma amiga, em outra cidade.  Cidade maior e cheia de loucuras.
Chegando lá, me preparei para o carnaval. Ficávamos a noite toda no salão ou nas ruas, bebendo, “ficando” com qualquer um. Ou pelo menos os mais bonitos. No carnaval não tem regras, a gente faz as regras. Ninguém quer nada sério, só curtição mesmo! Foram 4 noites acordadas por inteiro, nem eu sabia o quanto era bom a noite até a primeira vez passar ela com os olhos bem abertos. Por onde olhava se via camisinha, por todos os lados, inclusive perto da igreja. Que zona! quanta loucura! Tinham casal se pegando por todos os lados. Que visão mais infernal! Confesso que me choquei mas para "me fazer que sei tudo", e para minhas amigas não rirem de mim fingi que pra mim aquilo tudo era normal. Ainda era virgem, mas meus pensamentos não eram mais nem em sonho! Sempre gostei de escrever, e nossa! Como eu escrevia naquela época, pura porcaria! Bom, continuando. Na última noite eu mais parecia um zumbi a base de energético para ficar acordada, estava realmente exausta! Num desses troca troca de bebidas tomei e me percebi mais agitada do que de costume. Mesmo assim me mantive consciente e bem agitada. Dançava “rouge” – o auge do momento! E mais outras que amo até hoje como as de Ivete Sangalo bem conhecidas e típicas carnavalescas. Bem, no final da noite não encontramos uma amiga nossa. Aliás, amiga da minha amiga, eu fiz amizade na hora com ela. Descobrimos que um cara havia meio que sequestrado ela. Ficamos muito loucas! Fomos atrás dela e quando chegamos vimos pela janela ela vomitando espuma ela boca. Foi nesse momento que percebi que havia algo de errado! Falei com minha amiga e esta me confessou que  haviam colocado nos coquetéis que estávamos tomando de álcool exstase. Fiquei loca!
Resultado: - Mesmo com medo falamos com o cara que era nosso conhecido, nem foi sequestro, foram só passar a noite juntos mas a guria passou muito mal, levamos a garota no hospital e falamos para mãe dela que havia passado por um coma alcóolico.
Depois no outro dia fui embora, tive notícias que a garota ficou grávida mas tirou o bebê. EU, nunca mais fiz outra loucura como daquelas noites. Confesso que tive vontade de experimentar denovo mas graças a Deus não conhecia ninguém que tinha pra vender  e eu era toda certinha nesse ponto quanto a drogas. Mas depois daquele dia mudei algumas concepções sobre isso.
Enfim, só quis compartilhar uma de minhas loucas experiências no meu blog, como se eu estivesse falando com meu diário. Só que ele pode responder comentar e dizer suas opiniões, hehe.
Bom, não vale a pena. Usar drogas sabe. Se você começa.. Terá vontade de usar mais uma vez e pode não ter a mesma sorte que eu de ter usado (sem querer) uma única vez só.]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.