domingo, 24 de junho de 2012

Val Marchiori - Ode a futilidade


Ode a futilidade
Sim, vamos viver pela futilidade
Só por um dia
Porque todos gostam
O pecado gostoso!
Todos merecem um pouco disso
Sei, não é essencial
Mas nos leva a vastos campos floridos de loucura
Uma loucura que nos faz alegre, devassos, insanos
Ode a futilidade!
Vamos nos maquiar,
Por nosso louboutin
E simplesmente humilhar!
Sentirmos os seres mais evoluídos da face da terra
Pisar sem piedade
Olhar com desprezo
Comprar os desonrosos
Cortar os fracos
Falar e silenciar de formas irônicas
Sorrir escorrendo veneno
Capitalismo também é devacidão
É espetáculo, é futilidade
É imensidão de prazeres ocultos
Que só quem possui
Pode compreender.
Pecado filho da puta
Que quanto mais se tem mais se quer
E numa ânsia demorada a acabar
Ode a futilidade
Ser magra linda inteligente e poderosamente rica.
Absolutamente um escândalo de futilidades gostosos
Despertando a inveja alheia
Sempre.
Nossa! Que sentimento mais pecador
Mais gostoso, é um overdose de essências mundanas
Boas e más.
Muito mais boas.
Val Marchiori - Não digo que é fútil, nem que não seja. Ao que demonstre talvez um sim, mas não a conheço o suficiente para falar o que quer que seja sobre ela. Apenas a admiro por seu jeito de ser, mesmo com inúmeras críticas ela é o que é independente de os outros gostarem ou não, e pessoas verdadeiras, boas ou não, fúteis ou não, mas verdadeiras merecem o meu respeito absoluto!
A você, Val Marchiori minha pequena "poética" sobre Ode a futilidade!
E você doce Val nessa imagem poderosa de vermelho Representa  bem o que quis demonstrar.
Valeu.

2 comentários:

  1. Querida, vc ainda não a conhece, mas tenha certeza que é uma pessoa maravilhosa, super amiga e atenta. Não vá por informações de mídia, vá por sua intuição que, pelo que pude perceber, é muito apurada. beijos Silvia

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.